Audição, perda auditiva e zumbido no ouvido

Entenda mais sobre os problemas que mais afetam a audição humana

Ouvir bem é viver bem

A audição é um dos nossos sentidos mais importantes. É fundamental para o desenvolvimento da linguagem oral e também uma das principais formas de sentir o mundo. Sem ela, perdemos parte da realidade, desenvolvendo possíveis problemas emocionais e sociais. Por isso, a perda auditiva deve ser cuidada desde os primeiros sinais!

Não deixe de se comunicar

Mais de 500 milhões de pessoas no mundo têm algum grau de perda auditiva e você pode ser uma delas! A audição tem um papel fundamental na percepção do mundo, auxiliando principalmente no desenvolvimento da fala e da linguagem, além dos aspectos psicomotor, cognitivo e escolar. É um sentido extremamente importante, até mesmo para nos alertar de situações potencialmente perigosas. Por isso, devemos prevenir eventuais danos, ou mesmo diagnosticar de forma precoce, para uma intervenção oportuna, por meio de tratamento e/ou reabilitação adequados.

Tipos de perda de audição

A perda auditiva pode ocorrer de diferentes formas e afetar pessoas em todas as faixas etárias. Normalmente, é progressiva, resultado do processo natural de envelhecimento. Existem três tipos de perda de audição: a perda auditiva condutiva acontece quando há problemas na transmissão do som do ouvido externo para o interno e pode surgir por infecções ou pelo excesso de cera. Já a perda auditiva neurossensorial é uma falha irreversível, causada pela lesão das células ciliadas da cóclea. Também existe a perda auditiva mista, que é causada por alterações no ouvido interno e também nos ouvidos externo ou médio.

Um incômodo chamado zumbido nos ouvidos

Zumbido é uma percepção sonora involuntária com origem dentro da cabeça. Em cerca de 80 a 85% dos casos, é acompanhado por perda auditiva. Entretanto, também pode ser causado por exposição a sons altos, acidentes, infecções de ouvido, envelhecimento ou estresse.

O que é esse zum zum zum?

O dano nas células ciliadas, que também causa a perda de audição, é considerado uma das causas mais comuns do problema. Mas o zumbido no ouvido também está associado à degeneração dos ossos do ouvido médio, danos nas orelhas, pescoço ou cabeça, doenças neurológicas, exposição constante a ruídos e efeitos colaterais da medicação. A causa do zumbido não é relevante para a escolha de tratamento, com exceção para um pequeno número de casos de zumbido que são medicamente tratáveis.

Quais são os impactos?

O zumbido no ouvido varia de pessoa para pessoa. Tem intensidade forte ou fraca, pode ser contínuo ou intermitente e pode ser semelhante ao som de apito, chuva, cachoeira, grilo, entre outros. O problema pode desencadear ansiedade, perturbações do sono, depressão e baixa concentração. Muitas vezes, a gravidade da reação depende da sua percepção do som. Se é negativo, é provável que você tenha uma resposta emocional imediata, fazendo com que o seu cérebro preste mais atenção ao zumbido. E um ciclo se inicia, que afeta seu sistema nervoso.

Como está a sua audição?

Sua audição é medida em decibéis (dB) para ser comparada a audição considerada “normal” (<25dB Na). Durante o teste, o fonoaudiólogo irá avaliar a sua audição, apresentando os resultados em um audiograma. Esta escala mostra os diferentes níveis de audição (Na):

Leve (26-40dB Na):

Dificuldade para ouvir ou compreender a fala suave, sussurros ou fala com ruído de fundo.

Moderada (41-55 dB Na):

Dificuldade para ouvir e entender a fala com ruídosao fundo e de captar sons fracos e moderados.

Moderadamente severa
(56-70 dB Na):

Problemas para ouvir ou compreender conversas do dia a dia ou o toque do telefone.

Severa (71-90 dB Na):

Ouve apenas sons muito altos, como fala alta, sirene ou portas batendo.

Profunda (> 90 dB Na):

Problemas para ouvir sons fortes e graves, como o motor de uma moto.

Você precisa de ajuda?

Para entender qual é o seu grau de perda auditiva é preciso entrar em contato com um especialista. Por meio de um exame de audiometria, o profissional será capaz de diagnosticar qualquer anormalidade, além de medir a intensidade e verificar os possíveis danos a sua audição.

Os tratamentos variam de acordo com o seu problema de audição, podendo ser corrigidos com cirurgia e medicamentos mas, em sua maioria, pelo uso de aparelhos auditivos.

A Resound tem a sua solução!

Criamos aparelhos auditivos modernos para ajudar você a escutar melhor e
não perder nenhum detalhe. Confira nossas soluções:

Converse com nossos fonoaudiólogos

Com base nas suas necessidades e estilo de vida, nossos especialistas podem conduzir você à escolha ideal de aparelho auditivo.
Agende um atendimento

A Resound cria soluções para quem sofre com perda auditiva ou zumbidos, trazendo muita tecnologia e inovação. Os centros auditivos estão espalhados pelo Brasil e oferecem atendimento especializado para pacientes que querem escutar com mais clareza e ampliar a qualidade de vida.
Telefone: 0800 765 8361

Fale Conosco
_________

Lojas

Contato

Pin It on Pinterest